quinta-feira, 19 de abril de 2012

Amor escrito com um pau de giz


Hoje foi um daqueles dias em que, de repente, nada foi como estava planeado, e dando largas à imaginação, impôs-se, por força das circunstancias, adaptar da melhor forma o nosso tempo e a logística das Gotinhas.

Numa solicitação que me reteve durante toda a hora do almoço, e sem ter forma de os avisar que não seria eu a ir buscá-los à escola, nem seria eu a dar-lhes o almoço, como é habitual...Muito embora tivesse avisado a empregada e pedisse para ela lhes dizer que a mãe já voltava, fiquei com uma estranha sensação que eles podiam ficar preocupados, e a minha preocupação passou a ser a preocupação deles, enfim, coisas de mãe...

Eis senão quando, chego a casa já tarde, e lhes perguntei se estavam preocupados ou assustados, e com um enorme sorriso eles me disseram;

- Não Mãe, tu foste passear com o Pai!!!Nós vimos a mensagem que nos deixaste na casa de banho...

Levei uns tempos a pensar...mensagem? qual mensagem?

- Esta, vem cá ver!!!!

E dirigiram-se à casa de banho onde eu, esta manhã, por brincadeira e para experimentar uns lápis de giz tinha escrito a frase "vou ali ser feliz e já volto...".

Nunca mais me lembrei, mas eles ficaram felicíssimos e receberam-na como uma mensagem para eles.

São estes pequenos nadas que me fazem acreditar na força do amor, e também eu fiquei com um enorme sorriso no lábios...Sem eu saber, eles estavam descansados e felizes porque a Mãe estava com o Pai, pela leitura que fizeram desta mensagem.

Há lá melhor ocupação, trabalho ou emprego que o de ser Mãe??? Faz-me verdadeiramente Feliz, sou de certeza uma pessoa melhor e sinto-me realizada em todas as minhas vertentes, humana, física e
intelectual, tenho um contrato para o resto da vida e a retribuição é um amor sem limites, haverá melhor? Não, seguramente que não...




2 comentários:

  1. Que bonito! Não há mesmo nada melhor que ser mãe. E quem nunca o foi nunca saberá o que perde. Beijinho

    ResponderEliminar

poderá gostar ainda de lêr...