terça-feira, 13 de dezembro de 2011

Barulho que respira Vida e Amor

Os dias, os meses e os anos vão-se encadeando na nossa Vida. Agora em período de paragem e introspecção....Chega a hora de acrescentar e crescer mais, por dentro e por fora.

À medida que todo este processo vai tomando forma, e numa base de observação diária, eles vão crescendo, não só fisica como humanamente, e tornam-se "gente"!
As minhas Gotinhas de Água são hoje um imenso oceano de questões, dúvidas e certezas.

Eu cada vez mais tenho como certa uma convicção que senti quando nasceram, "os filhos não são meus, são-me emprestados para eu elevar todo o meu Amor aos limites, para os Amar, Amar tudo, até doer".
Esta minha crença cada vez mais vai tomando sentido, eles de facto não são meus, sei que tudo o que lhes der eles absorvem como uma esponja, sei que quero muito continuar a seguir os seus caminhos, e por isso construo diariamente um alicerce de Vida, porque acredito em visões poderosas e persistentes, porque acredito que o que há-de vir se vive hoje de forma intensa e sem percas de tempo...

Quero sentir sempre cá dentro, mesmo quando eles não estão fisicamente ao meu lado,aquele barulho que respira Vida e Amor.


Sem comentários:

Enviar um comentário

poderá gostar ainda de lêr...