domingo, 31 de janeiro de 2010

1º dia de sessenta....

Hoje foi o primeiro dia de dois meses que iremos estar sem o Papá cá de casa...
Foi um dia preenchido com um passeio lindo às Azenhas do Mar.
O Mar estava cheio de força com um Sol lindo!

O Príncipe e a Fadinha com uma energia de deixar qualquer um com uma dor de cabeça do tamanho daquela que eu fiquei...enorme.

Almoçamos um Robalo fresquíssimo, e apesar de tudo (de não termos a companhia do Papá e de eles estarem ligados à corrente) foi um dia cheio!

quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

Quanto tempo leva a crescer?

Com a doçura dos seus cinco aninhos acabados de fazer, a Fadinha perguntou-me assim:

- Oh mãe quanto tempo leva a crescer?

- Quanto tempo como?

- Quanto tempo leva a eu ser grande?

- Vais crescendo filha...

- Mas eu tou farta de esperar e não tenho crescido nada...

segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

Sem limites...me sinto grata!

O dia amanheceu com um frio do qual não tenho memória, pelo menos por aqui!

Depois de vestirmos umas quantas camisolas, meias, botas, agasalhos e sei lá mais o quê, partimos ainda de madrugada para a escolinha onde sempre começa o nosso dia...

Dia após dia vamos crescendo e cimentando, com a certeza absoluta que vocês são tudo para mim.

Vou dizer-vos (Fadinha e Principezinho) um segredo - podem fazer as asneiras que quiserem que nunca vou deixar de vos Amar, compreender e aceitar! -

E podem errar que nunca deixarei de dar a cara por vós, porque são tudo para mim, mesmo!

Se nunca duvidei, agora tenho certezas, porque vos vejo crescer, porque sei que são humanos e terão ansiedades e poderão fazer asneiras, a vossa mãe vai estar sempre do vosso lado e ao vosso lado e proteger-vos-á de forma ilimitada, sem prazo de validade!

Aquilo que me deram não tem preço...Humanizaram-me completamente!
Hoje sinto-me um ser humano completo e isso não tem valor, obrigada meus filhos por me permitirem amar assim!

quinta-feira, 7 de janeiro de 2010

Minha Fadinha cor-de-rosa...

(foto retirada)

Cinco anos de ti...e eu agradeço...só posso agradecer!
Porque nasceste e me tornei um ser humano completo, porque contigo aprendo todos os dias...

Não consigo dizer nada com sentido porque só sei sentir...Obrigada por estes cinco anos cheios!

poderá gostar ainda de lêr...