sexta-feira, 31 de julho de 2009

Sei que era assim que gostavas que compreendessemos!

(foto retirada)

Se me amas não chores.
Se conhecesses o dom de Deus e o que é o Céu!
Se tu pudesses escutar o cântico dos Bem-aventurados e ver-me no meio deles.
Se pudesses ver desvelar-se diante dos teus olhos os imensos horizontes e os novos caminhos onde ando!
Se, por um momento, pudesses contemplar, como eu, a beleza diante da qual todas as belezas empalidecem!
O quê?... Tu viste-me... Amaste-me no pais das sombras e não me poderias ver ou amar no pais das imutáveis realidades?
Acredita em mim: Quando a morte vier quebrar os laços, como ela quebrou os que me encadeavam, e quando, um dia que só Deus conhece e fixou, a tua alma venha para o Céu onde a precedeu a minha...
nesse dia, tu me verás e encontrarás a minha ternura purificada.
Deus não gostaria que, entrando numa vida mais feliz, eu fosse infiel às recordações e às verdadeiras alegrias da minha outra vida, tornando-me menos amável.
Voltarás a ver-me, transfigurado, em êxtase e felicidade, já não aguardando a morte, mas avançando comigo, de instante em instante, nos novos caminhos da Luz e Vida, bebendo inebriado aos pés de Deus um néctar do qual ninguém se fartará.
Então... enxuga as tuas lágrimas e não chores mais ... se me amas!
(Oração de S. Agostinho)

9 comentários:

  1. muito bonita a oração tocou me muito...
    animo minha querida!
    jinhos

    ResponderEliminar
  2. Fiquei perplexa... Um abraço, minha amiga...

    Linda oração, e bem verdadeira!

    Beijos,
    Rita e Di :-)

    ResponderEliminar
  3. Um Beijinho grande e muita força!
    Bjs

    ResponderEliminar
  4. Miminhos de fugida!

    Beijos,
    Rita e Di :-)

    ResponderEliminar
  5. Beijinho e um xi mt apertadinho.
    força

    ResponderEliminar

poderá gostar ainda de lêr...