sexta-feira, 31 de outubro de 2008

Viver a Felicidade todos os dias...

Todos nós a procuramos mas será que a conseguimos alcançar?

Quando nos perguntam ou nos perguntamos se somos realmente felizes o que respondemos?

Aristóteles referiu que a felicidade não é mais do que a nossa capacidade de contemplação: “Quanto mais se desenvolve a nossa faculdade de contemplar, mais se desenvolvem as nossas possibilidades de felicidade, e não por acidente, mas justamente em virtude da natureza da contemplação. Esta é preciosa por ela mesma, de modo que a felicidade, poderíamos dizer, é uma espécie de contemplação”.

Felicidade como refere Jean-Jacques Rousseau é um estado permanente que não parece ter sido feito, aqui na terra, para o homem. Na terra, tudo vive num fluxo contínuo que não permite que coisa alguma assuma uma forma constante. Tudo muda à nossa volta. Nós próprios também mudamos e ninguém pode estar certo de amar amanhã aquilo que hoje ama. É por isso que todos os nossos projectos de felicidade nesta vida são quimeras.

Contudo sem essas ilusões que criamos, não seríamos certamente felizes. Seríamos seres desprovidos de essência, meros seres existenciais.

Mas viver o crescimento dos nossos filhos, dar-lhes vida e ajudá-los a serem muito melhores que nós é certamente a Felicidade personificada...É o sentimento maior, aquele que abarca a Felicidade e muito mais,aquele a que chamaram AMOR!

Esse verdadeiro AMOR, que só conheci pela primeira vez quando olhei para o lado e vi um bébé tão pequenino, tão dependente de mim, tão ser do meu ser...

Não me canso de agradecer todos os dias meus filhos por fazerem parte de mim e terem nascido.

7 comentários:

  1. Os filhos são de facto a maoir benção q uma pessoa pode ter! São a nossa maior felicidade, sem duvida alguma!

    Beijocas

    ResponderEliminar
  2. é verdade. eu tb agradeço pela saúde que nos tem dado, pela oportunidade de viver uma vida tão feliz. temos que ser gratos.
    beijinho.

    manda-me mail p mandar-te o convite qd privatizar.

    ResponderEliminar
  3. Obrigada pela tua visita e principalmente pelo comentário... ainda não tenho filhos, estou a planear tê-los já há uns bons 2 anos, mas há sempre alguma coisa que acontece e que me faz adiar... quero ter 5 filhos (apesar que ache que não seja muito credivel, pois como a mãe Rita dos Baguinhos de arroz transmite, que 3 filhos apesar de toda a felicidade que dão também nos esgotam rápido todas as nossas forças e é um trabalho que requer muita responsabilidade, seja com 1 ou com 5 filhos)
    Quanto a este post, gostaria também de um dia postar sobre a felicidade, mas ainda não encontrei as palavras certas ou então quando chegar a hora de pegar num filho meu pela primeira vez ao colo talvez ai aparereçam palavras para definir a felicidade.
    muitas felicidades para ti, principalmente para os teus pequenos, pois sei que se eles forem feliz tu serás a dobrar :)

    ResponderEliminar
  4. Olá! Desde já obrigada pela visita :-) Passarei também a vir aqui, com a frequencia que me for permitida. Adorei o teu catinho e as gotinhas da tua vida!

    Mais tarde, com tempo, vou "cuscar" posts mais antigos para vos conhecer melhor!

    Para já, já está na nossa lista e vamos assinalar o seguimento do teu blog!

    Beijos,
    Rita e Di :-)

    ResponderEliminar
  5. Que post tão bonito!

    Concordo plenamente contigo :)

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  6. Olá querida mamã, partilho do mesmo conceito de felicidade pois, para mim, ser mãe é uma realização diária!
    Beijinhos,Sofia,Pedro e Joana

    ResponderEliminar
  7. Olá!Primeira vez q passo aqui! Lindo o blog. Linda reflexão. Escrevi mais ou menos sobre isso no meu blog tbm. Os filhos são mesmo preciosos!
    Abraços

    ResponderEliminar

poderá gostar ainda de lêr...