quarta-feira, 16 de maio de 2007

Uma vida "normal"

Só quero ter uma vida normal.
Amar e ser amada.
Criar nos meus filhos a consciência de que nada é bom ou feliz sem amor.

Ajudá-los a serem os melhores seres humanos, a respeitarem os outros, e a serem meninos exemplares.

Saber fazer crescer dentro deles a consciência do certo e do errado.

Conseguir que eles compreendam regras simples e naturais entre o universo de todos os seres humanos.

Entre os homens, fazer o que se quer, é uma forma de loucura.
Loucura consciente.A que se não foge ou se não pode fugir.
À revelia de todos e de si próprio.
O modo louco de amar e viver a vida acaba inevitávelmente sob a censura da justa medida e sob a alçada inexorável da regra.

Só quero que os meus bébés sejam um dia adultos muito Felizes, e que cresçam sempre com a harmonia do Amor que os envolve, que sintam sempre o quanto são desejados...

1 comentário:

poderá gostar ainda de lêr...