sexta-feira, 11 de maio de 2007

Num reino encantado

Quando chego a casa, sinto que entrei no reino encantado.
Parece quase a viagem do Peter Pan na Terra do Nunca, deixei lá fora as preocupações do mundo real que têm tanto de assustadoras como de angustiantes.
Para aqui em casa, junto dos meus dois Bébés, transformar o cinzento.
E tudo se envolve de cores cintilantes e lindas como as do arco-iris...
São os risos deles que embriagam, são os beijinhos, os abraços,tanto Amor que têm na pureza dos seres que são eles mesmo.

Ele é decidido,
Alegre,
Independente,
Dócil,
Voluntarioso,
líder,
O mais lindo dos Meninos...

Ela é docinha,
Meiguinha,
Decidida,
Amiga,
Deliciosamente dependente,
É muito Menina...

E de repente a fadinha vira-se para mim e diz:
- A Winna é o Bébé da Mãmã, num é??
- É,é..
- Xim, a Winna é o Bébé...
- Gota a mãe, a Winna é o Bébé.

(alguma crise de ciúmite!!!)

3 comentários:

  1. Viva!

    Adorei passar por este pequeno reino encantado...

    Um abraço a esta família de coração tão belo

    ResponderEliminar
  2. Oh que coisinha boa... como eles gostam de ser os nossos bebés!

    A Margarida também, por um lado, diz que quer ser "quexida", mas por outro também quer miminhos e cólinho como os bebés!!!

    Beijocas

    ResponderEliminar

poderá gostar ainda de lêr...